Dicas Infalíveis para economia e cuidados com seu carro

 Em Carros, dica, economia, segurança

Cuidados com a embreagem evitam desgaste precoce

Fundamental para colocar o carro em movimento, a embreagem precisa de alguns cuidados para não se desgastar rapidamente. Ao ter seu funcionamento comprometido, ela passa um desconforto para o motorista e passageiro, além de comprometer outros componentes do veículo.

Sua função principal é controlar a transmissão do movimento do motor para o câmbio, facilitando o engate das marchas. Separamos algumas dicas para que a embreagem do seu carro não quebre precocemente.

– Evite deixar o carro engrenado enquanto estiver parado. Ao parar no sinal de trânsito, deixe o carro em ponto morto, sem apertar o pedal da embreagem.

– Nunca descanse o pé no pedal da embreagem. Essa prática afasta o platô do disco e causa o lixamento do disco. Ao gerar esse desgaste, o motorista provoca o superaquecimento do sistema.

– Não arranque com o carro em segunda marcha. Utilize sempre a primeira marcha para iniciar o movimento e assim sucessivamente. Ao reduzir ou aumentar a velocidade, troque de marcha gradativamente, sempre em ordem e de acordo com as rotações do motor. Isso fará com que as peças da embreagem trabalhem de forma suave.

– É importante acertar a sincronia entre soltar a embreagem e acelerar o carro para arrancar. Se você acelera demais e solta pouco a embreagem, acontece a chamada “queimada da embreagem”, fazendo com que o carro não desenvolva e aumente o consumo de combustível.

– Caso o carro esteja em local com o plano inclinado, em uma rampa, por exemplo, não use a embreagem/acelerador para segurar o carro. Utilize o freio de mão para exercer esta função.

Andar com o tanque na reserva pode causar danos ao veículo

Se você é daqueles motoristas que só abastece o carro após o tanque entrar na reserva, fique atento. Essa prática pode causar diversos problemas ao veículo e até deixá-lo a pé.

A quantidade da reserva depende do modelo do carro, mas geralmente fica entre 5 e 8 litros. Na maior parte dos carros 1.0 é de 5 litros. Ao contrário do que alguns pensam, não trata-se de um tanque extra. É a quantidade mínima de litros que as montadoras consideram ideal para acender o aviso de pouco combustível.

Essa reserva só deve ser usada em casos emergenciais. O risco do uso recorrente é a pane seca. Como não existe uma medida exata da quantidade de combustível que se tem, é impossível calcular quantos quilômetros ainda é possível percorrer.

A pane seca é infração de trânsito e multa pode custar R$ 85,13, quatro pontos na CNH e o carro é guinchado, mesmo que tenha um posto próximo.

Danos

A bomba de combustível também sofre com o pouco combustível. Por ficar dentro do próprio tanque, ela utiliza o líquido do combustível como meio de resfriamento. Com o tanque vazio, a bomba não tem líquido refrigerante suficiente para resfriar e pode sofrer de superaquecimento.

Outro problema que pode ser causado por conta da pouca quantidade de combustível no tanque é a entrada de impurezas na bomba. A sujeira do combustível se deposita no fundo do tanque, por meio da decantação. Ao utilizar o combustível da parte final da guarnição, as sujeiras podem vir junto e serem enviadas para o motor, provocando falhas.

Para não sofrer este problema, procure imaginar que a marca de ¼  é o seu final. Abasteça sempre que o marcador chegar nesse nível e evite dores de cabeça.

Ar-condicionado e pneus podem reduzir consumo de combustível em até 20%

Em tempos de correrias e longas esperas nas filas dos postos de combustíveis na tentativa de abastecer o carro nas cidades que sofrem com a falta de abastecimento em virtude da greve dos caminhoneiros, economia é fundamental. Dois itens podem acabar se tornando interessantes para quem busca redução no consumo: Ar-condicionado e Pneus.

Ar-condicionado

Este é um item considerado fundamental, especialmente no Brasil, país em que faz calor na grande maioria do seu território. Mas, para aqueles que estão querendo economizar combustível, o ar fresquinho dentro do veículo pode acabar se tornando o grande vilão.

De acordo com especialistas, andar com o ar-condicionado desligado pode fazer com que a economia de combustível fique entre 5% e 10%. Quando existe uma grande quantidade de equipamentos ligados dentro do veículo, o alternador acaba retirando parte da energia do motor para gerar energia elétrica e carregar a bateria.

Infelizmente, andar com os vidros abertos do carro pode acabar fazendo com que o veículo consuma mais combustível, especialmente quando o veículo está circulando em velocidades acima dos 70 km/h.

 

Pneus

Para conseguir incluir mais 10% na conta da economia de combustível, os pneus também devem estar sempre em dia, especialmente no que diz respeito a sua calibragem. Quando o motor precisa empurrar um veículo que está com os pneus murchos, ele acaba tendo que distribuir mais força, consumindo mais combustível.

De acordo com especialistas, quando o pneu está com 5 libras a menos do que o indicado pelo fabricante, por exemplo, o carro gasta 10% mais combustível. Para conferir a pressão correta que deve ser inserida nos pneus, a dica é sempre ficar de olho nas informações que podem ser encontradas na parte interna da tampa de combustível ou então no batente da porta do motorista.

O motorista também precisa ficar atento no que a montadora coloca no manual do veículo, uma vez que determinadas montadoras acabam recomendando diferentes pressões de veículo de acordo com a uso do mesmo.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Digite o que procura neste campo

Aplicativo Alfred Entrega Lanches Rudnick Pirabeiraba
WhatsApp chat